o desafio da apple II – a revanche

Escrevi, semanas atrás, este post.  Nele eu falava sobre o desafio da Apple para turbinar as vendas de computadores e também algumas reflexões sobre a minha volta ao Windows (depois de usar apple em 99% da minha existência tecnológica).

As pessoas não escrevem ou resopndem no post, mas eu fui acoitado, achacrado em praça pública.  O que, você que sempre gostou de mac, vem falar mal da apple?  Até de Judas eu fui chamado.

Verdade seja dita, eu nunca defendi a Apple, sempre fui contra a Microsoft na verdade.  Não contra a empresa, contra o Windows que sempre foi muito ruim, essa é a verdade, a empresa sempre foi muito esperta, pois sempre vendeu muito mesmo com um sistema horrível. 

Agora com o lançamento do Windows 7, que uso já há algumas semanas, reforço meu post anterior.  Apple, cuidado.  No que depender da Microsoft, vocês não venderão mais nenhum computador.

O sistema deixa de ter várias falhas que seus antecessores tinham, é mais rápido (e muito), mais estável -claro que tem problemas .. mas o macOS também tem.

E, claro, a principal vantagem.  Para quem nãó é designer (como eu, não sou designer), os programas para Windows são infinitamente melhores, mais bem desenvolvidos, do que seus primos para Mac.

Para todos que precisam do computador, digo que vale a pena experimentar o novo sistema (agora, uma coisa é fato.  O SnowLeopard -sistema da Apple- custa R$80,00.  O Ultimate do Windows 7 – R$700,00).

Ah, como não poderia deixar de ter…

judas

_tco

o desafio da apple

quem gosta de mac gosta de mac, nunca usará windows – mentira número 1

mac os é a plataforma mais avançada do mundo – mentira número 2

mac é exclusivo, é para poucos (isso é o que você queria, amigão)

mac é o melhor para todos os tipos de serviço – ok, já ouvi mentiras demais.

Me dói o coração dizer isso, quem me conhece sabe.  Mas se a apple quiser continuar com seus planos de expansão, ela precisa -e muito- olhar para seus parceiros.

mac x pc

mac x pc

Sempre usei mac, desde quando, desavisado, comprei um iBook porque tinha uma promoção de estudantes na fnac (isso há 10 anos atrás), confesso que mal conhecia a apple desde então e também sofri preconceito do pessoal de criação.  Um planejamento, um atendimento com apple, que palhaçada é essa -confesso que isso me motivou a nunca ter tido pcs, rsrs.

Me apaixonei, de verdade.  O sistema era mais rápido, mais fácil.  Eu tinha que quebrar a cabeça para resolver algumas coisas mas.. e daí?  Tudo bem.  Tinha que me virar com a relação mac x pc mas… no big deal.

Hoje, por motivos profissionais, tive que instalar o Windows 7 no meu notebook.  Deixei o Mac OS com metade do HD apenas.

Honestamente.  Não posso comparar os dois sistemas, correria o risco de ser açoitado de meu cliente por dizer algumas coisas que o Jobs tem de melhor mas … profissionalmente não trocaria o Windows pelo MacOS.  O motivo é muito simples.

Como planejamento e atendimento, eu uso programas de “escritório” – office, xmind, messenger, softwares de crm, etc, etc, etc.

Tente comparar o messenger do pc com o do mac (ou qualquer uma de suas alternativas).  Tente comparar o skype, o office (por mais que eu ame o keynote de paixão, não dá pra comparar todos os outros programas do tipo).  Compare a compatibilidade com 90% dos usuários de computador.  Ainda é muito ruim.

Por isso que eu disse no começo.  Se a Apple quiser continuar vendendo computadores com seu sistema operacional (e não para neguinho instalar windows), ela precisa dedicar o mesmo esforço que dedicou ao pessoal de criação para o pessoal de escritório.

Ah, para os macmaníacos que brandam sobre a exclusividade, sinto muito mas… as empresas querem vender mais … e garanto: a Apple não se importa com você e sim com aquele que usa PC.

_tco