água mole em pedra dura

TWITTWER ABRE AS PORTAS PARA PROPAGANDA

Criado em 2006, só agora o Twitter lança a tão aguardada plataforma para suporte de publicidade. A informação foi publicada nesta terça-feira no blog do co-fundador da empresa, Biz Stone.

Batizada de “Promoted Tweets”, a inovação permitirá às empresas o envio de anúncios por tweets. Inicialmente, apenas 10% dos usuários receberão textos comerciais.

Este é o primeiro passo do microblog para tornar o serviço rentável, mas a novidade já é vista com maus olhos pelos usuários pelo fato de ser semelhante ao envio de spams.

A empresa avisa que as mensagens pagas terão uma indicação de “promoted”, no topo de algumas buscas feitas no serviço. Entre os primeiros anunciantes estão Best Buy, Red Bull, Sony, Starbucks e Virgin America.

O projeto de publicidade no Twitter será executado em diversas etapas. O próximo passo só será dado quando a empresa tiver um melhor entendimento da repercussão do Promoted Tweets.
Futuramente, a exibição de imagens publicitárias entre os textos publicados pelos usuários será implantada.

Ainda não há certeza sobre a atenção que os internautas dedicarão à esses anúncios. O Twitter pretende medir se as mensagens publicitárias despertam interesse de seus usuários. E, caso o serviço não agrade, não será mais oferecido – segundo Stone.

As inovações propostas pelo microblog serão expostas pelo COO do Twitter, Dick Costolo, na conferência AdAge Digital, em Nova York – nesta terça. Costolo se juntará ao CEO da empresa, Evan Williams, no dia seguinte, para explicar a nova estratégia em um evento para desenvolvedores do Twitter.

Microsoft foi a primeira

Embora a plataforma tenha sido lançada como uma novidade, essa não é a primeira vez que uma ação de publicidade foi feita no microblog. A Microsoft foi a primeira empresa a investir em publicidade no Twitter. Em março do ano passo, a marca foi divulgada por uma caixinha retangular posicionada na coluna da direita do perfil do usuário. A diferença dessa ação para a nova investida do microblog é a criação de uma plataforma para a publicidade dentro do site.

estratégias e resultados

Ontem eu fui comprar o Snow Leopard (novo sistema operacional da Apple).  O programa me custou R$79,00 (aliás, por isso eu o comprei, caso contrário não o teria feito).;

Fui ver o preço do Windows 7 (minha licença alternativa expira em janeiro).  R$700,00.  Sim, quase 10x o preço do outro.

Daí eu penso:  Quem está certo?  A Apple ou a Microsoft.  Meu primeiro pensamento foi para a Apple, afinal, venderia muito mais, é uma empresa “entrante” no mercado (está querendo conquistar outros públicos), enfim …

Acontece que a Microsoft já é consolidada.  E todos os clientes estão p da vida com o Windows Vista, ou seja, não vão hesitar em comprar o novo sistema.  Ou será que vão (como nas propagandas da Apple?).

De qualquer forma, isso é no mínimo curioso … uma diferença de 10x entre dois sistemas operacionais..

Tomás

é, é de tirar o chapéu mesmo.

sim, os publicitários deles são fantásticos

Dispensa comentários

o desafio da apple II – a revanche

Escrevi, semanas atrás, este post.  Nele eu falava sobre o desafio da Apple para turbinar as vendas de computadores e também algumas reflexões sobre a minha volta ao Windows (depois de usar apple em 99% da minha existência tecnológica).

As pessoas não escrevem ou resopndem no post, mas eu fui acoitado, achacrado em praça pública.  O que, você que sempre gostou de mac, vem falar mal da apple?  Até de Judas eu fui chamado.

Verdade seja dita, eu nunca defendi a Apple, sempre fui contra a Microsoft na verdade.  Não contra a empresa, contra o Windows que sempre foi muito ruim, essa é a verdade, a empresa sempre foi muito esperta, pois sempre vendeu muito mesmo com um sistema horrível. 

Agora com o lançamento do Windows 7, que uso já há algumas semanas, reforço meu post anterior.  Apple, cuidado.  No que depender da Microsoft, vocês não venderão mais nenhum computador.

O sistema deixa de ter várias falhas que seus antecessores tinham, é mais rápido (e muito), mais estável -claro que tem problemas .. mas o macOS também tem.

E, claro, a principal vantagem.  Para quem nãó é designer (como eu, não sou designer), os programas para Windows são infinitamente melhores, mais bem desenvolvidos, do que seus primos para Mac.

Para todos que precisam do computador, digo que vale a pena experimentar o novo sistema (agora, uma coisa é fato.  O SnowLeopard -sistema da Apple- custa R$80,00.  O Ultimate do Windows 7 – R$700,00).

Ah, como não poderia deixar de ter…

judas

_tco

o pior comercial da história

A Microsoft se superou dessa vez.

_tco

microsoft redesign the ipod packaging

Lendo o blog do Vilalba, vi uma brincadeira que fizeram há muito tempo comparando as embalagens da Microsoft e Apple.

Muito bom

_tco