a função do marketing

Só para reforçar a minha opinião pessoal (que ódio que não fui eu quem criei essa frase e sim o Sérgio Zyman (ou Andy Law?) xiiii … memória não tenho mais … sobrou uma vaga lembrança.

Enfim, compartilho 100% dessa definição.

marketing trata de vender mais, para mais pessoas e com maior frequência.

Antes que você considere isso como uma estratégia de enganar o consumidor, leia a frase novamente.

Vender mais
Para mais pessoas
(se eu engano o consumidor, não consigo maior abrangência).
E com maior frequência (de novo, se eu engano o consumidor, como ele continuará comprando de mim?)

Outro dia um profissional de marketing que eu respeito disse que essa definição faz parecer que tudo é vendas.  Eu pergunto.  O que não trata de vendas?

Cito mais uma vez um brilhante mestre que eu tive.  O melhor profissional de vendas com quem tive o prazer de trabalhar … ou seria .. estudar?  Sr. Tadeu Fernandes.  Duvido que ele me leia mas .. ele me achou 05 anos depois de ter trabalhdo comigo, para novamente me contratar, vai saber… enfim, ele disse certa vez para uma funcionária que estava reclamando de um cliente (não que cliente tenha sempre razão mas….), ele disse:

você está vendo essa lâmpada? -apontando para o teto do escritório. Você está vendo essa gravata? Esse gaveteiro? Esse motoboy? Esse narigudo que fica pra cima e pra baixo enchendo o saco (esse era eu). E ele continuou.  Tudo que está aqui, todos que estão aqui, todos nós, estamos por causa do cliente.  Se não existisse ele, não existiria mais nada, você, eu, ele, tudo isso seria … inútil.

Ouso citá-lo para dizer.  O marketing trata de vendas (aliás, se olhar a morfologia da palavra fica ainda mais evidente).  O departamento de projetos trata de vendas.  Os seguranças das lojas, tratam de vendas (se não fosse um local seguro, nenhum cliente iria). Tudo é vendas. O que não significa que vender justifique burlar processos, ser desonesto.  Mas tudo, do computador que estou usando agora, ao celular, ao telefonema que fiz 05 minutos atrás… tudo trata de vendas (ok, ok, existe a vida pessoal, mas não é disso que estou falando).

Enfim … eis, mais uma vez, minha visão (“roubada” -aliás, aprendida, sobre o marketing).

 

ps: por que você acha que as empresas pagam mais por certos profissionais? porque eles trazem mais resultados.  se não diretamente relacionados a vendas, certamente, resultados que permitam a empresa vender mais.

despeça seus clientes… pelo menos alguns deles

Não importa o que vocie faça, sempre haverão clientes reclamando.
– A castanha da primeira classe não estava quente
– Não acredito que a promoção do drinque gratuíto era só ontem, hoje não tem?

Ou você senta e chora, se acostuma, ou manda os insatisfeitos embora.  Assim você terá mais tempo para se dedicar aos bons clientes, que lhe pagarão com indicações e fidelidade.

Tomás

alguma dúvida ainda sobre quem é que manda?

Anos atrás isso seria impossível.  Mudar a marca de uma companhia gigantesca por causa de um evento?  Mudar suas cores?

Hoje, com o consumidor no poder do mundo, isso já é permitido e mais, inevitável.

Veja a nova peça criada pela DPZ para o Itaú,.

mercado? que mercado?

Hoje em dia não existem mais mercados definidos.  Se você pensar em comunicação, por exemplo, temos vários mercados que se unem, concorrem entre si (é só pensar em telefone normal, celular, rádio, email, sms, voip, messenger, redes sociais, etc).

Consumidores já não vem mais em nichos, são individuais.  Dependemos da ocasião em que o cliente se encontra, da hora do dia, do papel que desempenha naquele instante (é o pai, o diretor de marketing, o marido, o leitor, o apaixonado por música clássica) e até de seu humor.

Antes de sentar e chorar é bom você parar de de tentar alinhar a sua empresa de dentro pra fora e fazê-lo de fora pra dentro.

#Tomás

seu cliente

Já pensou em dizer não a ele?
Já pensou em recusar algum?

Se você (ou sua empresa) é daquelas que vendem para qualquer um, que não se importam com o tipo de cliente que trabalham, cuidado.

Oras, o seu cliente é quem define praticamente tudo relacionado a sua empresa (se aí não funciona assim, também tenha cuidado), desde o tipo de produto que você vai fazer, até o tipo de profissional que você contrata, etc, etc, etc.

Venda para clientes “pentelhos” e adivinhe, terá um monte de encheção. Venda para clientes bacanas, que sabem valorizar seu trabalho (não estou falando para cobrar mais) e terá excelentes frutos.

Paretto criou a regra dos 20/80.  Ela diz que 20% do seu esforço traz 80% do seu resultado, e adivinhe só, os outros 80% do seu esforço, trarão os outros 20% de resultado.

A pergunta que não quer calar.  Você sabe quais são os 20 e quais os 80% do seu esforço?

=Tomás

agências de propaganda ou agências bancárias?

Acostumado a trabalhar com certo nível de empresas (clientes), estou acostumado a receber pelas ações que criamos depois de 30, 40, 45 dias depois que executamos a ação.  O que eu, particularmente, acho um absurdo.  Sim.    Eu crio uma ação.  Invisto uma grana preta, tenho custos, sou cobrado, etc, etc, etc, e meu cliente irá me pagar 45 dias depois?? 

A consequência é que diversas agências estão optando por não trabalhar com eles.  Ok.  Vocês vão pagar em 45 dias?  Não quero.  Eu acho ótimo.

Ouvi hoje de amigos do mercado que outras empresas pagam em 100, 120 dias.

120 dias. você tem noção do que é isso?

Depois de ter todos os custos, pagar todos os fornecedores, eu ainda irei demorar 120 dias para receber um único centavo.  Você tá maluco, isso é inadmissível e mostra que os clientes acham que as agências são seus escravos.  A solução é fazermos parecerias com bancos, assim podemos cobrar taxas de juros pelo dinheiro que estamos emprestando aos clientes.  É a melhor solução.

_tco