google alega não ter autorizado pagamento a blogueiros para promover o chrome

Nos últimos dias circulam na rede denúncias de que blogueiros teriam sido pagos para falar bem sobre o navegador Chrome, do Google. Segundo Danny Sullivan, do Search Engine Land, até o dia 2 de janeiro já eram mais de 400 posts promovendo o navegador e acompanhados da declaraçao “patrocinado pelo Google” (!) A empresa se defendeu dizendo que essa foi uma açao nao autorizada, realizada por suas agências de propaganda, que “prontamente assumiram o erro” ; e pediram desculpas. O Google se comprometeu a diminuir o ranking do site google.com/chrome por 60 dias, como forma de compensar a ‘engorda’ de ranking comprada com blogueiros. Ainda assim… Com informaçoes do Gawker e SearchEngine Land. 04/01 Jacqueline Lafloufa

quam vai se encher primeiro?

Vídeos, blogs, posts, facebook, orkut, hi-5, uol, globo, sei lá o que, piadas, sexo, notícias, esportes…
Cuidado, a internet está quase cheia.  É claro que, enquanto os servidores cresçam, mais e mais gigas de informações poderão ser guardados mas… e a nossa paciência?  Será que não será esgotada antes?

Hoje em dia está cada vez menos agradável caçar as informações que você precisa, justamente pelo excesso delas.

Já não é possível (nem viável) para as empresas fazer um “mapeamento” de seu nome em seu mercado de atuação pois qualquer pessoa (estudante, criança, aposentado, desocupado, vagabundo, gênio, diretor de multinacional, filósofo, presidente dos estados unidos) pode ter um blog e falar mal do seu produto por causa de uma experiência de compra ruim.

Então as empresas ficam naquele impasse.  Esse cara vale a pena de ser trabalhado ou não?  Devo prestar atenção a ele?

Você já não consegue mais se manter atualizado em tantas as comunidades, não dá pra ver todos os seus amigos, cada um tem uma.  Não dá pra ler todos os blogs interessantes (menos este, é claro, que sempre dá), atualmente não dá, sequer, para ler os blogs que resumem o que de melhor acontece nos outros blogs.

nojento...

A pergunta que fica:  se conseguimos produzir mais e mais servidores, de forma que as informações poderão crescer exponencialmente, será que, antes da internet ficar cheia, nossa paciência não irá pro… saco?

_tco