africa zero

 “É uma agência que vai ser zero pesquisa, zero burocracia, zero concorrência. Em resumo: zero lero-lero”, Nizan.

Adorei o conceito, aliás, é o que procuramos fazer na Issu Comunicação.  Com a estrutura que o Nizan pode oferecer, além de sua capacidade excepcional, não tenho a menor dúvida que será um sucesso.  

Fica a pergunta.  Ela não vai roubar clientes da Africa.. cheinha?