eleições anulam cidade limpa em sp

é só ter um pouco mais de dinheiro envolvido que tudo vai por água, rs

do AdNews…

Placas, cartazes, faixas e até os muros da capital paulista ganharão de volta o colorido da publicidade, mas só durante as eleições. A Lei Cidade Limpa deixará de vigorar no período por decisão do município em conjunto com a Justiça Eleitoral. A informação é de Flávio Ferreira, da Folha de S.Paulo.

Desde a entrada em vigor da lei, que há três anos retirou os anúncios publicitários da cidade, essa é a primeira vez que a propaganda terá a possibilidade de voltar a inundar as ruas de São Paulo.

Durante o período eleitoral de 2008, as dúvidas acerca do decreto levaram os candidatos a desistirem desse tipo de propaganda. Neste ano, Estado e município – através de uma lei promulgada em 2009 – liberaram as intervenções urbanas.

Em entrevista à Folha de S. Paulo, candidatos a deputado com base de eleitores na capital afirmaram que usarão todas as formas de propaganda agora liberadas, como a pintura de muros e colocação de placas e banners em imóveis particulares.

Esses políticos ressaltam que se a lei proibisse a publicidade eleitoral na cidade de São Paulo eles não teriam as mesmas condições que adversários com redutos eleitorais em municípios onde não há restrições à propaganda.

“Vamos fazer visitas de casa em casa e pedir para colocar banners na porta das casas dos cidadãos”, afirmou o vereador João Antonio (PT), candidato a deputado estadual.

Copan liberado

Legalmente a suspensão da Cidade Limpa só valerá durante o período eleitoral, porém o decreto dá uma nova chance à publicidade de rua graças a um artigo, que permite publicidade em “melhorias urbanas, ambientais e paisagísticas”. O Copan – um dos principais cartões-postais da cidade – utilizará do artifício para revigorar sua fachada.

Não só os edifícios se veem beneficiados pelas aberturas na Lei. Os táxis voltarão a receber anúncios publicitários, liberados em acordo entre a Prefeitura de São Paulo, SPTuris e a agência de marketing Amigo.

Outro artigo da lei permite “anúncios especiais” – como os de interesse cultural, dessa forma, os táxis exibirão anúncios de ações governamentais em luminosos dupla-face instalados em cima dos carros.

Os carros receberão também pequenas TVs de plasma em seu interior – exclusiva para os passageiros. E, é aí que entra a receita da Amigo, que negocia o conteúdo dos televisores. As únicas restrições são quanto à veiculação de material erótico ou propagandas de bebidas alcoólicas, cigarros ou produtos ilegais.

Com informações da Folha de S. Paulo. Arte publicada na Folha.com

quer fazer, faça… mas faça direito

Que as redes sociais é a menina dos olhos da publicidade no momento todo mundo sabe.  Mas… por que Diabos as empresas estão fazendo tudo errado?

Por que elas acham que é só jogar algum tipo de conteúdo, criar um perfil no facebook e tá tudo certo?

Veja o caso da Dilma, por exemplo.  Uma questão básica (desde o início do emkt) é:  Se eu me cadastro para receber algum tipo de conteúdo, e depois de um tempo quero me descadastrar, primeiro, tenho que achar facilmente link para sair.  E, depois de pedir para sair tenho que parar de receber o conteúdo.  Óbvio? Talvez.

No caso dela.  O link para descadastramento raramente funciona. E, quando funciona, e peço para me descadastrar, não paro de receber o conteúdo.

E pra piorar. Eu fiz alguns comentários para ela.  Algumas críticas negativas (sim, críticas podem ser positivas ou negativas -antes que me xinguem).  Ela respondeu?  Claro que não.

E não to falando de política, de partido ou qualquer coisa do tipo.  Quer votar nela, vote.. estou falando apenas do relacionamento web.

A outra me pede (como planejamento de agência publicitária).  O que é marketing viral? Me mande uma proposta para fazermos.

Opa!! Pera lá!! Se você nem sabe o que é, por que diabos quer fazer?  E, antes de fazer uma campanha viral, precisamos seguir alguns passos.  Cumprir algun requisitos.

É como o cara que tem dívidas financeiras, paga 10% de juros por mês, querer investir na poupança (que rende menos que 1%).  Pôxa, pega o dinheiro, paga suas dívidas e, depois, pensa em algum tipo de investimento.

Ou, o cara que gasta mais do que recebe querer comprar uma casa.  Catso.  Equilibra suas finanças e, depois, pensa em algo do tipo.

Resumindo… Se você quer fazer alguma coisa, primeiro se estrutura, pede ajuda de quem entende e faça direito. Quer abrir um canal de comunicação direto com o consumidor?  Esteja preparado.  Muitos vão te xingar.  Muitos.

E… deixá-los no vazio, só vai piorar.

Veja que curioso.  Acabei de entrar no site da Dilma para cobrar a resposta da minha pergunta e também para dizer que quero me descadastrar mas, mesmo depois de preencher o formulário para tal fim, não fui descadastrado.

Eu utilizei o formulário de CONTATO do site dela.  E, adivinhem só?? A tela seguinte que apareceu foi: OBRIGADO POR CADASTRAR.

Opa, opa… eu não me cadastrei, apenas entrei em contato.  Mais uma forma ilegal de conseguir banco de dados.

#Tomás

prometeu … então cumpra!

do MMOnline.

Na Espanha, a fabricante de eletrônicos japonesa Toshiba e a fornecedora de GPS holandesa TomTom viraram alvos de consumidores irritados pelo descumprimento da campanha publicitária de ambas durante a Copa do Mundo.

Na campanha promocional, tanto a Toshiba quanto a TomTom prometiam devolver o valor pago pelos consumidores na compra de televisores e notebooks caso a Espanha ganhasse o campeonato mundial, segundo o jornal mexicano “El Economista”.

A campanha anunciava claramente: “Compre um novo portátil Toshiba, com o novo processador Intel Core i5 de 2010, ou um televisor Toshiba e, se a Espanha ganhar a final, devolveremos o dinheiro”. Como a Espanha efetivamente ganhou a Copa do Mundo, esperava-se que as empresas devolvessem o dinheiro pago pelos equipamentos, o que não ocorreu.

A associação de defesa dos consumidores espanhola (Facua) já recebeu várias queixas de consumidores e apresentará a denúncia ao Instituto Nacional do Consumo do Ministério da Saúde e Política da Espanha, com o argumento de que existe o não-cumprimento contratual e de que a publicidade enganosa induziu o consumidor a erro. E a Organização de Consumidores e Usuários da Espanha planeja processar as empresas caso essas se neguem a devolver o dinheiro.

A Toshiba e a TomTom se defendem e informam que, para reclamar o dinheiro de volta, os consumidores deveriam ter se registrado no site da Toshiba – mas essa condição não foi divulgada na campanha publicitária.

lady gaga

Que bom, não sou eu o único mentiroso da história (ok, ok,  mentiroso não, talvez … contador de histórias ligeiramente adaptadas).

Do blogo do Madia que é, na minha opinião um -maravilhoso- dinossauro do marketing.

Capa da edição de julho da revista ROLLING STONE, STEFANI JOANNE ANGELINA GERMANOTTA, hoje mundialmente conhecida como LADY GAGA, se mostra e fala muito de sua espetacular e arrebatadora trajetória. Até agora, e de longe, o maior MARKETING CASE destes primeiros anos do século XXI no território do entretenimento. Em determinado momento de sua entrevista sentencia, “A música é uma mentira. A arte é uma mentira. Você precisa contar uma mentira tão maravilhosa que os seus fãs a transformam em verdade”. Acho que é isso, mesmo. No fundo somos todos mentirosos; ou não?

Tomás

1) O senhor prometeu criar 10 milhões de empregos e chegará ao fim do mandato criando quatro milhões. Neste tempo, a renda da classe média caiu, e os empregos gerados se concentram na faixa de até 2 salários mínimos. A chamada distribuição de renda do seu governo não se faz à custa do empobrecimento dos menos pobres?

2) O Senhor disse que banqueiro lucra no seu governo e, por isso, não precisa de Proer. O Senhor sabe quantos Proers o Brasil paga por ano para sustentar os juros reais mais altos do mundo?

3) O seu filho, até bem pouco tempo antes de o Senhor assumir a Presidência, era monitor de Jardim Zoológico e, hoje, já é um empresário que a gente poderia classificar de milionário. O Senhor não acha uma ascensão muito rápida?

4) Genoino sabia do mensalão. Silvio Pereira sabia do mensalão. Dirceu sabia do mensalão. Ministros foram avisados do mensalão.
Só o senhor, da cúpula, não saberia. O senhor não acha que, nesse caso, não saber é tão grave quanto saber? E se houver mais irregularidades feitas por amigos seus que o senhor ignore?

5) Presidente, na sua gestão, as invasões de terra triplicaram, caiu o número de assentamentos e mais do que dobrou o número de mortos no campo. Como o senhor defende a sua política de reforma agrária?

6) O senhor não tem vergonha de subir em palanque onde estão mensaleiros e sanguessugas?

7) Presidente, em 2002, o Brasil exportava a metade do que exporta hoje, e o risco país era sete ou oito vezes maior. O país pagava 11% de juros reais. Hoje, continuamos a pagar mais de 10%. Como o senhor explica isso?

8) Em 2002, o governo FHC que o Senhor tanto critica repassou para São Paulo, na área de segurança, R$ 223,2 milhões.
Em 2005, o seu governo repassou apenas R$ 29,6 milhões. Só o seu avião custou R$ 125 milhões.
Não é muito pouco o que foi dado ao Estado que tem 40% da população carcerária do país?

9) Quando o Senhor assumiu, o agro negócio respondia por mais de 60% do superávit comercial. Quase quatro anos depois, o setor está quebrado, devendo R$ 50 bilhões. O Senhor não acha que o seu governo foi um desastre na área?