agora que abriu, abriu meeeeeesmo

O twitter, antes contrário às inserções publicitárias (ok, eu também sou contra mas.. nossos filhos precisam comer, não é mesmo), resolveu escancar, vejam as declarações do VP de Operações, Dick Costolo para a Reuters, e a reportagem que a AdNews publicou recentemente.

Twitter quer centenas de anunciantes com nova plataforma

19/05/2010

Com cerca de 100 milhões de usuários, o Twitter espera, ainda no quarto trimestre, ter centenas de anunciantes em seu novo sistema de publicidade, que veio na intenção de transformar o microblog em um negócio lucrativo e autônomo em termos de receita.

Atualmente o microblog trabalha na inserção de cerca de 12 novos anunciantes ao Promoted Tweets, lançado inicialmente com as empresas Best Buy, Red Bull, Sony, Starbucks e Virgin America. Mas a intenção, segundo o vice-presidente de operações da empresa, Dick Costolo, é que esse número dê um salto até o quarto trimestre.

“Nosso plano é expandir o programa de forma realmente agressiva no terceiro trimestre e atingir o mercado mais amplo no quarto trimestre”, disse Costolo.

Para o executivo, a recém-lançada plataforma de publicidade é uma base essencial nos planos do Twitter, que pretende se tornar uma operação lucrativa e que corresponda às avaliações do mercado sobre a companhia.

“Fomos avaliados em mais de US$ 1 bilhão , em setembro, e por isso vamos viver em um mundo no qual precisaremos gerar centenas de milhões de dólares em receita”, disse Costolo, que completou: “estamos pensando sobre números muito, muito altos.”

O executivo diz acreditar que a empresa saia logo do vermelho, porém, não quis divulgar o cronograma do Twitter rumo aos lucros. Além do Promoted Tweets, a empresa espera lançar entre julho e agosto um sistema de contas comerciais, que ajudará na empreitada.

“Não estamos de forma alguma calculando que precisamos estar acima dos US$ 100 milhões em tal data e acima dos US$ 10 bilhões em tal outra data”, afirmou Costolo.

Audiência

Nascido em 2006, o microblog ganhou proporções gigantescas, com acúmulo de 10 bilhões de tweets em seus quatro anos de existência.

No Brasil, atualmente com 56% da audiência em mídias sociais, o serviço cresce a taxas expressivas, tendo registrado, apenas em abril deste ano, quase um milhão de acessos únicos no país, segundo o Ibope.

Concorrência

Em resposta ao crescimento do Twitter, o Google lançou em janeiro um serviço bem semelhante ao do pequeno rival, o Google Buzz. A plataforma se destaca pela associação com outros serviços da gigante de buscas.

Mas o serviço, que usa o Gmail como “hospedeiro”, gerou reclamações dos usuários do serviço de e-mail da empresa, já que não era possível desativar o Buzz. Posteriormente, o Google atendeu às críticas e permitiu que se desabilitasse o novo serviço.

Com informações da Reuters

Redação Adnews

Anúncios

Sobre tomás
Me chamo Tomás Oliveira, 31 anos, paulistano, nascido no Itaim, profissional de marketing e vendas. Tenho um filho de 07 anos, que começa a me desafiar, tentando provar que c* não é palavrão, Torcedor (não mais tão fanático quanto antes) do São Paulo, amante de leitura, cinema e jogar bola, adoro blues, jazz e rock´n´roll e outras coisas mais. Estou aqui para aprender e passar um pouco do que eu aprendi. É isso, acredito que já dá pra ter uma idéia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: