acer blindada?

Lendo meu resumo de RSS hoje recebo a seguinte notícia.

O presidente da Acer não está preocupado com a entrada da Nokia como fabricante de PCs?

Não está?  Pois deveria.  Quando você começar a se preocupar será para retomar a posição perdida por eles.  Um fabricante com o potencial da Nokia causa estrago aonde quer que chegue.

_tco

iphone 3gs. auto-sabotagem?

O hardware do iPhone permite gravar vídeos com até de 720p resolução. Por que ele não faz?

iphone3gs-internal-rotator

Se você quiser ficar pensando muito na resposta, pode supor um monte de coisas, mas a óbvia verdade é uma só.

Daqui a pouco eles irão lançar uma nova versão que grava não um VGA, mas um super VGA, depois, 1.2 mpixels, depois, 3 … e adivinhe só.  Você irá comprar todas as versões que forem lançadas, exatamente com o mesmo hardware da anterior.

Viu que legal?

_tco

mini drive show

quer fazer um test drive?
quer ser entrevistado por uma apresentadora bonitona?
quer … aparecer na TV?

É o que promete o mini talk show.  Em formato de entrevista, 03 câmeras gravam o que se passa dentro do carro enquanto a apresentadora (a bonitona da história) fica fazendo perguntas a… você.  O motorista.  É claro.  Isso se o você da história for famoso.mini

A iniciativa é (para os famosos) muito boa pois enquanto fala ele consegue passar toda a sensação que tem ao dirigir o veículo.

Marcos Mion (aquele cara que virou conhecido por ser vj) está na fila.  Se candidata?

_tco

novo job

Kofi Annan -ele mesmo- pediu ajuda das agências de propaganda para  …. salvar o mundo.
“O mundo está acabando, não podemos falhar agora.” Disse o inspirado ex-secretário geral da ONU em seu discurso, quando anunciou a nova campanha.

salvar o mundo

O ex-secretário-geral da ONU – Organização das Nações Unidas – se juntou à ACT Responsible e a rede de agências Euro RSCG para lançar a campanha “Tck, Tck, Tck”, inspirada no som da correria dos ponteiros de um relógio. A ideia é ligar o alarme e alertar ao mundo que o tempo se vai e atitudes devem ser tomadas urgentemente.

A ação quer gerar mídia e atrair holofotes para o encontro que aconteceré em dezembro deste ano em Copenhagen, Dinamarca. Lá, os principais líderes da política mundial estarão reunidos para decidir sobre medidas a serem adotadas para combater o estrago do meio-ambiente pelo homem. “O tempo já chegou. Não temos mais tempo para perder. Se não nos mobilizarmos, as consequências serão catastróficas”, diz Annan

Vencedor do prêmio Nobel da Paz em 2001, o diplomata de Gana está em Cannes para pedir apoio à mídia e comunidade publicitária na difusão da ideia mundo afora.

Plataformas tradicionais e digitais serão bem-vindas na divulgação da mensagem. Este foi o tema da palestra de David Jones, CEO da Euro, que subiu ao palco logo após Annan para explicar como agências e anunciantes podem contribuir.

Ações

Três comerciais foram divulgados durante a palestra. Todos eles com forte apelo emocional e com a participação de cantores, atores, diretores de cinema e outras personalidades.

A partir de setembro, estará disponível um site pelo qual as pessoas possam fazer downloads da música do “Tck, Tck, Tck” e acompanhar notícias sobre a proposta. Jones também citou que agências e anunciantes podem contribuir inserindo logomarca da campanha e ajudar a colocá-la na mídia. As marcas HSBC e GreenPeace foram citadas.

Young Lions

Bob Geldof, cantor e ativista político,  fechou a palestra com um belo discurso, que emocionou o auditório. Geldof apresentou fatos que alertam o quão grave é a situação. Elevação das temperaturas, desaparecimento da fauna ao redor do mundo e o descongelamento de icebergs em várias partes do mundo ganharam destaque. O caminho é sombrio, afirmou.

Sobre Cannes, o ativista comentou a iniciativa da Organização, que propôs aos jovens que concorrem em Cannes pelo Young Lions Competition um briefing sobre meio-ambiente. A peça vencedora pedia que as pessoas sejam ativas e façam algo para ajudar a solucionar o problema ao invés de apenas falar em torno dele.  _AdNews

Será que finalmente poderemos deixar de ser os vilões da história?

_tco

rexona x-race

Mais um belo jogo online.

Me perguntaram o que desodorante tem a ver com velocidade.  Sim, não tem lhufas mas, pelo menos, ajuda a fixar a marca na cabeça do consumidor.

Vale a pena dar algumas voltas.

Repare que estamos na região do MASP.

http://www.rexona.com.br/xrace

_tco

yes we can

Não é novidade que a estratégia de internet da campanha do Barack Obama foi a mais inovadora já vista. E fica mais interessante quando observamos detalhes que foram apresentados por David Plouffe, jovem coordenador da campanha presidencial.
O sucesso está na base de CRM montada com informações dos eleitores americanos. Ela continha um detalhamento impressionante do perfil de cada eleitor, cidade, Estado. O que possibilita apontar tendências para fazer manobras locais e regionais de acordo com o cenário. Com essa base foram implementados os programas de relacionamento. As informações não eram enviadas para “todos” e sim para os representantes da campanha em cada cidades. Desta forma, os eleitores não recebiam e-mails sobre Obama de um remetente genérico, mas de pessoas próximas – tais como vizinhos, parentes, amigos.
Além da participação definitiva da internet, todas as mídias foram usadas. Nenhuma novidade aí, mas a forma coordenada e a constante “busca pelo alinhamento” como explicou David na palestra realmente foram impressionantes. Fazer com que dia após dia o tema que está em pauta no discurso seja exatamente o mesmo em todos os meios (de e-mails, passando por banners, vinhetas de rádio e TV), é algo que impressiona qualquer um que trabalha no mercado e conhece a complexidade para se fazer isso. Mais que isso: é a visão de que repartir o esforço em diversas frentes acaba por enfraquecer o objetivo máximo de construção de marca, algo que também é pouco usual no dia-a-dia de marketing.
O resultado que conseguiram prova que a força da comunicação e o uso dos meios atingem objetivos. No entanto, sem a mobilização de novos votantes, Obama poderia não ter sido o cara, pois fechou com 50% contra 49% de Mcainn quando olhamos apenas os eleitores que também votaram na eleição passada. Atingir os 50% já é um feito para quem era um ilustre desconhecido 3 anos atrás, mas a grande virada da vitória se deu na estratégia de corpo a corpo para a “aquisição” de novos eleitores. E aí, sim, o resultado foi arrasador: 71% contra 24%.
Como disse David Plouffe, “Nada é mais forte do que pessoas falando com pessoas”.

_do MMOnline

_tco

tecnologia libera a criatividade?

spyke lee

spyke lee

Spike Lee, um dos mais influentes cineastas e diretores da atualidade, realizou conferência de imprensa na tarde desta quinta-feira no Festival de Cannes, na França. O Adnews estava lá e, entre destaques, Lee falou sobre o projeto MOFILM, plataforma digital de conteúdo, do qual é um dos apoiadores, e novas formas de convergir tecnologia e publicidade com produção de filmes.

Fiona Bosman, executiva da Nokia, cliente da MOFILM, e Andy Baker, CEO da organização, também estavam à mesa. Lee estava descontraído, brincou com jornalistas, e inclusive disse amar o Brasil.

Ele manteve sua postura de defensor do conteúdo gerado por produtores independentes e fez uma previsão: “anotem esta data (25/06/2009). Alguém que começou nos dias de hoje com um celular na mão será um grande cineasta amanhã”.

Lee considera “maravilhosa” a possibilidade de cada usuário gerar conteúdo. No campo da tecnologia, o cineasta credita isso à explosão digital, que, segundo ele, “libera a criatividade das pessoas” e principalmente dos jovens. Apoiado pela Nokia, Lee e Fiona concluem que este novo movimento é uma boa oportunidade para gerar engajamento entre marcas e pessoas.

O fácil acesso proporcionado pela tecnologia também foi citado. Atualmente, os equipamentos de vídeo são acessíveis e permitem a expansão do modelo. “Não precisamos mais fazer uma faculdade para trabalhar com produção de vídeos”, lembra. O cineasta citou a importância da internet quando o assunto é produzir filmes nesta nova era. Segundo ele, o meio digital abre possibilidades e implementa a qualidade nas criações de conteúdo e informação.

Publicidade

Spike Lee elogiou ainda a qualidade do setor de propaganda no Fesival de Cannes. Afirmou que a indústria de filmes recorre aos profissionais deste mercado por causa da “excelente qualificação” que apresentam. Também reforçou que acredita na sinceridade do meio, já que o setor se baseia em resultados de campanhas, segundo so quais não há como trapacear.

Jurado em Cannes em 2008, o cineasta confessou a dificuldade atuar nesta condição. De acordo com ele, a subjetividade dá o tom num júri e preferências pessoais falam alto, o que pode causar perda de imparcialidade no julgamento.

_Do AdNews