mídia gratuita custa quanto?

Venho recebendo alguns emails de reclamações pela ausência de novos posts no meu blog.  Não sei se fico feliz, pois é sinal de que tenho leitores assíduos, ou puto da vida com esses vagabundos que estão me xingando, rsrsrsrsrs… brincadeirinha, eu fiquei, e muito, feliz.

Isso me fez lembrar de um diretor de empresa que é fanático pela mídia gratuita.  Ele acha isso o máximo.  A mídia gratuita, raramente é grátis mesmo.  Ok, pode não sair dinheiro do seu bolso para usá-la mas, se você não souber gerenciá-la (e muito bem), pode ser que saia -e muito- depois.

Duvida?  Pergunte à Coca-Cola, com a cobertura que recebeu sobre o medo de contaminação na Europa.  Ou então à Microsoft, e toda a mídia gratuita que o departamento de justiça dos Estados Unidos lhe proporcionaram.

O que me leva a uma definição que muito me agrada:

  • Publicidade é uma coisa sobre a qual você tem um controle quase total. É você quem coloca seu logo. É você quem aprova o layout, quem coloca o slogan.
  • Propaganda é gerenciar – ou pelo menos tentar – a imagem de sua empresa, sendo a meta definitiva a construção da reputação. Assim como a publicidade, ela é totalmente ofensiva no sentido de que os esforços da propaganda são iniciados por você.  Mas você não tem lá esse controle.  Você pode fazer todos os esforços para colocar a Wanessa Camargo em todas as emissoras de TV mas…. conseguir que ela se saia bem, já é mais difícil.
  • Relações Públicas podem ou não ser ofensivas. No lado ofensivo, elas são semelhantes à propaganda, você é quem dá o ponta-pé inicial (envia os releases, paga o jantar dos jornalistas, convida uns blogueiros para andar de helicóptero, etc).  Podem, também, ser iniciadas de fora.  Vai que a Exame faz um perfil da tua empresa.  Aqui, a forma com que o jornalista enquadra seus comentários, ou a forma como ele tece a reportagem, jogem completamente do seu domínio.

Anúncios

Sobre tomás
Me chamo Tomás Oliveira, 31 anos, paulistano, nascido no Itaim, profissional de marketing e vendas. Tenho um filho de 07 anos, que começa a me desafiar, tentando provar que c* não é palavrão, Torcedor (não mais tão fanático quanto antes) do São Paulo, amante de leitura, cinema e jogar bola, adoro blues, jazz e rock´n´roll e outras coisas mais. Estou aqui para aprender e passar um pouco do que eu aprendi. É isso, acredito que já dá pra ter uma idéia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: