credibilidade da boca X credibilidade da comunicação

boca_cobra

Hoje em uma palestra ouvi isso:  Cada vez mais as pessoas acreditam na “boca” dos outros, ou seja, nos comentários, impressões sobre determinado assunto, do que na empresa que faz.

Porra… isso é novidade? Penso que desde o ano 1.210AC é assim.  É claro que isso se mostra mais evidente agora, que temos meios de medir tudo isso, mas sem dúvida não é novidade.

Será que o fato de as grandes empresas saberem disso significa que vão, definitivamente, parar de se orientar em comunicação e se orientar em marketing?  Ou seja, vão parar de fazer (apenas) aqueles esforços de mídia maravilhosos, que prendem a atenção dos consumidores e irão fazer um trabalho mais sério de desenvolvimento de produto, relacionamento com o mercado, etc?

-Poxa.  As grandes empresas não fazem isso? Alguém certamente irá perguntar.

Não! Eu prontamente irei responder.

Qual a importância que uma grande empresa dá para um consumidor individual?  NENHUMA.  A não ser que ele organize uma associação contra determinada empresa, ele é um zé ninguém.  Vemos isso toda hora.

Sou um goleiro de terças feiras, relembrando os auges do futebol de salão no colégio.  Comprei uma luva de uma grande marca, paguei um preço bem razoável pelo produto e, 04 semanas depois está todo estourado.  04 semanas = 04 utilizações.  Menos de 10 horas de uso.  Ao tentar resolver o problema, não consegui contato com a empresa.  Tive que mandar um email para a Inglaterra, que me mandou um telefone, aonde consegui um outro telefone que me informou (assustado por eu ter conseguido aquele número) que iria abrir um chamado para “analisar” se o produto irá para “análise” e então, 60 dias depois, me dar um parecer.

Legal, o que eu faço nesses 60 dias? Compro outra luva?boca_cobra

Anúncios

Sobre tomás
Me chamo Tomás Oliveira, 31 anos, paulistano, nascido no Itaim, profissional de marketing e vendas. Tenho um filho de 07 anos, que começa a me desafiar, tentando provar que c* não é palavrão, Torcedor (não mais tão fanático quanto antes) do São Paulo, amante de leitura, cinema e jogar bola, adoro blues, jazz e rock´n´roll e outras coisas mais. Estou aqui para aprender e passar um pouco do que eu aprendi. É isso, acredito que já dá pra ter uma idéia.

2 Responses to credibilidade da boca X credibilidade da comunicação

  1. Rogério Santos says:

    Poxa!!!
    Não é exatamente isso que as grandes empresas fazem. auhauhauhauhauhauahauhau

  2. tomás says:

    Não!!!
    rsrsrsrsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: