a popularidade das lan houses

 

lan_house

Assim como num determinado momento do mundo prosperaram as agências dos CORREIOS e seus postos avançados, os ORELHÕES das empresas telefônicas do passado, hoje as LAN HOUSES vêm ocupando um importante lugar na paisagem de boa parte das cidades do país, e sendo utilizada indistintamente por internautas de todas as classes sociais. Os da A e B, em momentos de real necessidade, e diante da inexistência das alternativas casa, escritório. Depois, bem, depois é outro papo. Com a internet móvel, wireless, e muitas outras novidades a caminho e de forma acelerada tudo será diferente, o tempo de prevalecimento das LAN HOUSES bem menor do que o tempo de vida das agências do CORREIO e dos ORELHÕES, mas, mesmo assim, terão prestado um serviço inestimável.

Os últimos dados de pesquisa revelam a força presente das LAN HOUSES: 49% dos internautas recorrem, também, a elas para seus acessos à WWW. Já nas classes D e E a presença nas LAN HOUSES é o traço marcante. A pesquisa foi realizada pela CETIC.BR – Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação.

Os dados da pesquisa do CETIC.BR – respostas múltiplas – revelam que 49% dos internautas recorre às LAN HOUSES esporádica ou rotineiramente para suas atividades na internet. 40% usa a internet preferencialmente de suas casas. 24% no trabalho. 24% pede licença, e como se fazia antigamente com os telefones, “posso usar seu computador/internet?”, e mandam ver na casa dos amigos, parentes e vizinhos. 15% já utiliza a internet nas escolas. E apenas 6% nos centros gratuitos recentemente criados pelo governo e dentro das propostas da chamada LEI DO BEM.

De resto, e de quebra, nas LAN HOUSES acabam conhecendo outras pessoas, criando novas amizades, desenvolvendo relacionamento. E ainda tomam um cafezinho, batem um papo pessoal, marcam encontros, e muito mais.

 

 

 

[mmm]

Anúncios

Sobre tomás
Me chamo Tomás Oliveira, 31 anos, paulistano, nascido no Itaim, profissional de marketing e vendas. Tenho um filho de 07 anos, que começa a me desafiar, tentando provar que c* não é palavrão, Torcedor (não mais tão fanático quanto antes) do São Paulo, amante de leitura, cinema e jogar bola, adoro blues, jazz e rock´n´roll e outras coisas mais. Estou aqui para aprender e passar um pouco do que eu aprendi. É isso, acredito que já dá pra ter uma idéia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: